RECURSOS – Educação Pré-Escolar

Recordo as quatro brochuras nos domínios da Matemática e da Linguagem Oral e da Abordagem à Escrita que a DGIDC publicou e que se constituem como um recurso para a acção do educador de infância e com o objectivo de proporcionar uma melhor compreensão e operacionalização das Orientações Curriculares para a Educação Pré-Escolar.

A DGIDC em articulação com as Direcções Regionais de Educação e com a Inspecção-Geral de Educação, também concebeu o documento “Gestão do Currículo na Educação Pré-Escolar – Contributos para a sua Operacionalização” que integra princípios sobre a organização curricular, procedimentos a ter em conta na avaliação na Educação Pré-Escolar, bem como questões relacionadas com a organização e gestão da componente de apoio à família e a articulação entre a Educação Pré-Escolar e o 1º Ciclo do Ensino Básico. LER>>

Anúncios

RECURSOS DA EDUCAÇÃO ESPECIAL

Coloco no Blogue os últimos recursos publicados pelo Centro de Recursos da Educação Especial da DGIDC. Um bom ano lectivo.

.

Unidades de Ensino Estruturado para Alunos com Perturbações do Espectro do Autismo

.

Alunos com Multideficiência e com Surdocegueira Congénita, Organização da Resposta Educativa

.

Orientações Curriculares para Alunos Cegos e com Baixa Visão

.

Educação Especial – Manual de Apoio à Prática (leitura, compreensão e aplicação do Decreto-Lei n.º 3/2008)

Documentos de Apoio à prática da Educação Especial editados pela Direcção-Geral de Inovação e de Desenvolvimento Curricular (DGIDC):

  • Decreto-Lei 3/2008 – Define os apoios a prestar aos alunos do Pré-Escolar ao Secundário, visando a criação de condições para a adequação do processo educativo às necessidades educativas especiais. Revoga o Decreto-Lei n.º 319/91
  • Lei n.º 21/2008, de 12 de Maio – Primeira alteração, por apreciação parlamentar, ao Decreto-Lei n.º 3/2008, de 7 de Janeiro, que define os apoios especializados a prestar na educação pré-escolar e nos ensinos básico e secundário dos sectores público, particular e cooperativo
  • O que mudou com o Decreto-Lei n.º 3/2008

PANORAMA SOBRE A EDUCAÇÃO 2008: Indicadores da OCDE

A publicação Panorama sobre a Educação é um compêndio anual de estatísticas comparáveis sobre a educação. A edição de 2008 analisa a expansão contínua da educação, que resultou numa percentagem de 57% de jovens a frequentarem agora a universidade.

Sobre Portugal, poderemos concluir que continuamos a ser dos piores ao nível da qualificação da população (o 2.º ciclo ainda é o referencial da escolaridade da maioria dos portugueses).

ORGANIZAÇÃO DO PROCESSO DE AVALIAÇÃO DO DESEMPENHO DOCENTE

Estamos no início de mais um novo ano lectivo. Os professores e as escolas planificam e organizam o ano escolar 2008-2009.

Este ano, às tarefas habituais acresce a planificação do processo de avaliação do desempenho  docente. Nesta fase, um dos intervenientes fundamentais é a Comissão de Coordenação de Avaliação de Desempenho (CCAD), constituída no seio dos Conselhos Pedagógicos das Escolas/Agrupamentos, que deve aprovar as directivas para a aplicação objectiva do sistema de avaliação.

Assim, devem ser nossos objectivos:

– clarificar as finalidades da avaliação;

– garantir o seu rigor, justiça e equidade;

– simplificar procedimentos;

– garantir a natureza formativa deste processo.

Coloco no Blogue as Recomendações do Conselho Científico para a Avaliação de Professores (CCAP), destacando a n.º 2:

  • Recomendações N.º 2 – Princípios Orientadores sobre a Organização do Processo de Avaliação do Desempenho Docente
  • Recomendações N.º 3 – Princípios Orientadores para a Definição dos Padrões Relativos às Menções Qualitativas 
  • Recomendações N.º 4 – Princípios Orientadores sobre o Procedimento Simplificado a Adoptar na Avaliação de Docentes Contratados por Períodos Inferiores a Seis Meses (a partir do ano escolar de 2008-2009)

.