O PRESENTE E O FUTURO DO PAÍS EM DEBATE

Acabei de ler e assinar a petição online: «O Presente e o Futuro do País em Debate»

http://www.peticaopublica.com/PeticaoVer.aspx?pi=P2009N267

Eu pessoalmente concordo com esta petição e acho que muitos dos que por aqui “passam” também poderão concordar com ela.

Podem ver:

E, depois, assinar o texto.

Esta é uma proposta de caminho aberto a todos os que nele quiserem participar e, acima de tudo, não é uma iniciativa partidariamente comprometida.

Fica o apelo: subscreve a petição e divulga-a.

Obrigado!

DISTRIBUIÇÃO GRATUITA DE TELEMÓVEIS BLACKBERRY CAMPANHA DE VERÃO

185_postHoje recebi um mail a propósito da campanha “DISTRIBUIÇÃO GRATUITA DE TELEMÓVEIS BLACKBERRY CAMPANHA DE VERÃO“.

Como diz o ditado popular:  “Quando a esmola é grande, o pobre desconfia“; por isso andei a pesquisar e não encontrei nada sobre esta “campanha”. Mas o tempo gasto não foi em vão… convido-vos a gastarem um pouco do vosso tempo e leiam até ao fim:

LER>>  Forum Peopleware

Ler mais>> Bloco de Notas

PLANTAS AROMÁTICAS E MEDICINAIS

Aromaticas_grandeA Associação PATO, vai levar a efeito um “workshop” sobre plantas aromáticas e medicinais. A iniciativa decorrerá no dia 22 de julho, das 9:30 às 12:30 e das 14:30 às 17:30, no Centro Ecológico Educativo do Paul de Tornada, Caldas da Rainha. Férias diferentes, férias com sentido+.

Inscrições: Associação-PATO (contactos)

selo-acordo-ortografico

Workshop: “Plantas Aromáticas e Medicinais”

Data: 22 de Julho

Local: Centro Ecológico Educativo do paul de Tornada

Inscrições: Associação-PATO (contactos)

AVALIAÇÃO DE PROFESSORES – Relatório da OCDE

ocdeO relatório da OCDE sobre avaliação de professores em Portugal surge em boa altura. Depois do Relatório da Comissão Científica, mais um excelente contributo para a estabilização da vida nas escolas.  Acho que é chegada a altura de  se colocar um ponto final na polémica e partir para um modelo mais consensual, colocando em cima da mesa os contributos de todos e  as recomendações/conclusões do referido estudo. Apresentam-se os títulos das conclusões:

  1. O modelo atual de avaliação de professores em Portugal tem sido polémico, mas é necessário;
  2. Fatores que explicam a resistência à sua concretização;
  3. Uma avaliação de professores com consequências é crucial para a melhoria da educação;
  4. O atual modelo de avaliação de professores é uma boa base para futuros desenvolvimentos;
  5. Articular a melhoria da qualidade com a responsabilização e contextualizar a avaliação de professores feita ao nível da escola;
  6. Reforçar a avaliação dos professores para o desenvolvimento profissional;
  7. Simplificar o modelo atual e utilizá-lo predominantemente para a progressão na carreira;
  8. Articular a avaliação para o desenvolvimento profissional e a avaliação para a progressão na carreira;
  9. Garantir uma articulação adequada entre a avaliação das escolas e a avaliação dos professores;
  10. Reavaliar padrões de desempenho profissional e definir um modelo partilhado de boas práticas;
  11. Desenvolver critérios nacionais comuns, adaptados ao contexto das escolas;
  12. Diferenciar os critérios de acordo com o patamar da carreira e o tipo de ensino;
  13. Identificar os instrumentos para avaliar os aspetos-chave da função docente;
  14. Basear a avaliação em três instrumentos centrais: observação de aulas, autoavaliação e porta-fólio do docente;
  15. Formar e capacitar as lideranças escolares para assumir a responsabilidade pela avaliação dos professores;
  16. A avaliação de professores é parte de um processo mais abrangente de transformação de cada escola numa comunidade profissional de aprendizagem;
  17. Reformular e aprofundar a formação em avaliação;
  18. Acreditar avaliadores externos para a avaliação para a progressão na carreira;
  19. Estabelecer um modelo criterioso para atribuição de prémios de desempenho e considerar outras formas de reconhecimento do mérito;
  20. Manter o sistema de quotas até que o nível de maturidade do sistema as torne desnecessárias;
  21. Atribuir um papel proeminente à inspeção;
  22. Reforçar o papel do Conselho Científico para a Avaliação de Professores na condução do desenvolvimento da avaliação de professores;
  23. Para uma reforma bem-sucedida, é necessário o envolvimento e a motivação dos professores;
  24. Manter o processo de avaliação docente durante a fase de transição para um modelo mais robusto.

Ler o Relatório da OCDE  “Avaliação de professores em Portugal”, Gonnie van Amelsvoort, Jorge Manzi, Peter Matthews, Deborah Roseveare e Paulo Santiago

[Relatório original em língua inglesa]

selo-acordo-ortografico

PORTUGAL E O MUNDO

MNAA_Encomp_listaEncompassing the Globe – Portugal e o Mundo nos séculos XVI e XVII“, a realizar no Museu Nacional de Arte Antiga entre 16 de Julho e 11 de Outubro, é um eloquente testemunho da presença cultural portuguesa em África, na Ásia e nas Américas, e destas na cultura portuguesa.

A riqueza da perspectiva inscrita pelos comissários científicos da exposição – Julian Raby, Jay Levenson, Nuno Vassalo e Silva, Regina Krahl e Jean Michel Massing – mostra Portugal como pioneiro absoluto da actual era de globalização de conhecimentos. Este imperativo levou o Ministério da Cultura, através do Instituto dos Museus e da Conservação, e o Ministério da Economia e Inovação, através do Turismo de Portugal, a congregarem esforços, acrescidos de outros importantes apoios, para a realização desta exposição de superior interesse nacional, que conta com o Alto Patrocínio de S. Exa. o Presidente da República. [ler mais…]

Conferências de Jovens Arquitectos Portugueses Premiados Internacionalmente

convite_jpgOs jovens arquitectos estagiários Sérgio Garcês Marques e Ana Lúcia da Cruz vão participar no ciclo de conferências que se tem vindo a realizar no âmbito das celebrações do 10.º aniversário da Ordem dos Arquitectos, no Torreão Nascente da Cordoaria Nacional, em Lisboa. A intervenção será no próximo dia 23 de Julho, quinta-feira, às 19 horas.

As cerimónias foram iniciadas no dia 3 de Julho, com a inauguração da exposição “Arquitectura: Portugal fora de Portugal” (que pode ser visitada até ao final do mês), porque foi nesta mesma data em que a Ordem dos Arquitectos festejou o seu 11.º aniversário e em que foi publicada a nova Lei 31/2009, que revoga o Decreto 73/73.

«Pretende-se demonstrar a existência de um crescente interesse e participação dos nossos jovens arquitectos em concursos e prémios de carácter internacional, cujos resultados têm sido gratificantes para a promoção e divulgação da mais jovem arquitectura portuguesa.» [in OA – Ordem dos Arquitectos]

Exposição “Arquitectura: Portugal fora de Portugal:

  • 4 a 26 Julho 2009
  • 3ª a 6ª, 10h-19h / Sáb-Dom, 14h-19h
  • Encerra 2ª e Feriados

PROFISSIONALIZAÇÃO EM SERVIÇO

profissionalizacao_servicoAté 15 de Julho de 2009, a Universidade Aberta (UAb) aceita candidaturas para o segundo Curso de Profissionalização em Serviço (CPS), que é reconhecido pelo Ministério da Educação e confere certificado de habilitação profissional para a docência a professores do 2º e 3º ciclos de Ensino Básico e Secundário. [ler mais]

GRIPE A (H1N1)

INFORMAÇÃO E RECOMENDAÇÕES PARA ESCOLAS E OUTROS ESTABELECIMENTOS DE EDUCAÇÃO

As escolas e outros estabelecimentos de ensino assumem um papel muito importante na prevenção de uma pandemia de gripe, pela possibilidade de contágio e rápida propagação da doença entre os seus alunos e profissionais.

As escolas deverão, assim, estar preparadas para a adopção de medidas adequadas de prevenção e contenção desta doença, em estreita articulação com os pais ou encarregados de educação e as Autoridades de Saúde locais.

Conhecer as manifestações da doença, bem como as suas formas de transmissão, constitui a melhor forma de, sem alarmismos, adoptar as medidas de prevenção mais adequadas.

Ler mais:

Encíclica de Bento XVI “Caritas in Veritate”

Caritas_VeritateBento XVI defende na sua terceira encíclica, “Caritas in Veritate” (A caridade na verdade), uma nova ordem política e financeira internacional, para governar a globalização e superar a crise em que o mundo se encontra mergulhado.

No documento, tornado público esta terça-feira, o Papa apresenta como prioridade a “reforma quer da Organização das Nações Unidas quer da arquitectura económica e financeira internacional”, sentida em especial “perante o crescimento incessante da interdependência mundial”, mesmo no meio de uma “recessão igualmente mundial”.

Ler Mais>> CARITAS IN VERITATE