MARIA DE LOURDES PINTASSILGO

Imagem em http://www.paudio.com.pt/

Hoje, dia 16 de Janeiro, às 21h , na RTP2,  passa um documentário sobre Maria deLourdes Pintasilgo, de Graça Castanheira. Um documentário sobre a vida, as convicções e a carreira da primeira e única mulher que ocupou o cargo de Primeiro-Ministro de Portugal, no mês em que celebraria 80 anos.

A não perder!…

Ler aqui o artigo do Público sobre o documentário.
«Graça Castanheira começa por introduzir a figura pública e política, alguém que fazia confusão à direita política porque, a certa altura do seu percurso, optou por uma viragem à esquerda. “Não era fácil ver alguém da ala católica, ligada a Marcello Caetano, estar de repente do outro lado, apoiada pelas forças que fizeram o 25 de Abril”, lembra o ensaísta Eduardo Lourenço. “[Pintasilgo] não só se integrou na nova dinâmica do 25 de Abril como tomou a dianteira. E cada vez deslizava mais para a esquerda.”»

Anúncios

Um pensamento sobre “MARIA DE LOURDES PINTASSILGO

  1. Maria de Lourdes Pintassilgo foi para mim uma referência. Era eu adolescente (18 anos) quando nela votei… foi a minha primeira ida às urnas.
    Vinte e cinco anos depois de jornalismo e de ativismo na sociedade, tanto como jornalista, mas também como candidato autarca (23 anos) pelo MDP (depois de extinta a APU) a uma freguesia do Porto (Bonfim); ainda como presidente – por diversas vezes- da Associação de Moradores da Lomba (Bonfim-Porto), nunca esqueci o nome da nobre senhora que apoiei.
    Engraçado era, eu andar, nos corredores do Liceu Alexandre Herculano, com o autocolante da Pintassilgo ao peito, e depois entrar nas aulas também com ele. Toda a gente de se admirava. E admiraram-se, tanto que professoras, mais envergonhadas, me vinham dar palmadinhas nas costas, dizendo… “é também nela que vou votar”.
    Fui a um comício Dela, com Natália Correia e outros mais, no Mercado Ferreira Borges, aqui na Invicta. Sempre pensei – na minha inocência política da altura – que Ela iria ganhar… mas não! Mas também não perdeu!
    Estive com ela, porque a conheci pessoalmente, a última vez, no edifício da Alfândega, aqui no Porto. Passavam os 30 anos de abril.
    Estou com saudades dela, mas o espírito dela não se pode perder!.
    Assim sendo, e editando eu o jornal eletrónico ETC E TAL (visitar em http://www.etcetal.no.comunidades.net ) irei – espero que colaborem – dedicar a edição especial do 25 de abril a MARIA DE LOURDES PINTASSILGO.
    Repito: espero que colaborem com o nosso jornal, e que possam dar contactos de pessoas de referência que, nessa edição, possam escrever sobre PINTASSILGO.
    Acho que ela agradecerá, esteja onde estiver.

    Eu sou um ista

    Pintassilgista (acima de tudo)
    Socialista
    jornalista
    humanista
    associativista

    e em termos de futebol, do Boavista

    Cumprimentos

    José Gonçalves

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s